Quanto custa?

Orientar sua comunicação nas redes sociais; encontrar a missão dos seus conteúdos digitais; fazê-los harmonizar com a sua comunicação off-line; definir os objetivos da sua marca na web; desenvolver editorias criativas e relevantes; estabelecer um Marketing Onicanal (em diversas redes); definir dias e horários de postagens; transformar os assuntos do momento em possibilidades de diálogo com seus clientes; aprovar publicações com gestores que rechaçam redes sociais; convencer seus funcionários que a comunicação digital é importante; responder seguidores; aturar haters; relacionar-se com a sua audiência pelos comentários, directs, e-mails, whatsapp; avaliar resultados; fazer Marketing de Influência; introduzir sua empresa nas rodinhas de conversa da Internet; e fortalecer a sua presença no ambiente digital usando meu celular, minha câmera, minha energia elétrica e meu 4G por 300,00? 

NÃO, NÉ?!

Não entendi!

Falas difíceis e termos técnicos em demasia podem mais distanciar você do seu público do que criar um bom relacionamento entre vocês, sabia?

Não é forçando um comunicação altamente rebuscada que você vai mostrar para as pessoas que tem propriedade para falar sobre determinado assunto, pelo contrário, vai apenas soar arrogante, soberbo e distante.

Colocar-se em ponto de igualdade com a sua audiência, falando a sua língua e oferecendo conteúdos capazes de explicar o que é óbvio pra você, mas não é óbvio pra ela, é o que vai te levar a um nível mais profundo de conexão com o seu público. 

Seja acessível. Tire dúvidas. Fale fácil.

Estou no: https://www.instagram.com/pettersonfarias/

O que aprendemos com Gabriel García Márquez e podemos aplicar nas redes sociais

Em março de 1927 nascia um dos maiores escritores da América Latina e sua obra, até hoje, inspira leitores por todo o mundo. Gabriel García Márquez foi o grande responsável pelo meu amor literário e seus livros têm me ensinado bastante, inclusive, na minha produção de conteúdos digitais.

Abaixo, algumas dicas baseadas em sua vida e obra.

1 – Crie a sua Macondo!

2 – Gabito ouviu seus avós e deu no que deu…

As histórias dos avós de Gabo tiveram forte influência na sua obra e foi a partir dos relatos amorosos dos seus pais que o colombiano escreveu O Amor nos Tempos do Cólera.

Seja um bom ouvinte também! Escute as histórias, sugestões, críticas e depoimentos dos seus seguidores e aprenda com cada um deles. Só assim você vai produzir conteúdos cada vez mais úteis e relevantes para a sua audiência.

3 – O mundo inteiro se apaixonou pela Colômbia de Gabriel

Enquanto você acha que pra ter relevância na Internet é preciso ser global, a obra de García Márquez segue nos provando que o regionalismo, usado de forma leve e criativa, pode ser um ótimo aliado.

Não ignore seus costumes, sotaques e culturas. Ninguém melhor que você pra falar do lugar em que você vive, hein?!

O que aprendemos com o BBB 21 e podemos aplicar nas redes

4 – Comece agora e com o que tem!

Quando Gabo concluiu Cem Anos de Solidão, sua obra mais importante, o escritor não tinha dinheiro para enviar os originais ao seu editor. Enviou apenas metade do romance. Hoje, o livro já vendeu milhões de exemplares e foi traduzido para 36 línguas.

Entenda: o momento ideal nunca vai chegar e você precisa construir sua marca na Internet hoje mesmo.

5 – Paciência!

Gostou? Mais dicas lá no: https://www.instagram.com/pettersonfarias/
Obrigado por tanto, Gabo! 

Amigos, amigos, negócios à parte!

Aquele ditado, né?! Amigos, amigos, negócios à parte. E tá tudo bem!

Sei que frustra, muitas vezes, seus amigos e familiares serem os últimos a valorizar o seu trabalho na Internet, mas saiba, isso não acontece só com você e é mais comum do que se pensa. Por isso, ter a consciência de que seus conteúdos e negócios não são pra eles é essencial na hora de se comunicar nas redes sociais. 🤳🏾

👉🏿 PRODUZA PARA QUEM É SEU PÚBLICO-ALVO!
👉🏿 SATISFAÇA AS NECESSIDADES DE QUEM CONSOME E VALORIZA SEU TRABALHO!

Se seus amigos vão curtir, comentar, compartilhar, engajar, incrível!
Se não vão fazer nada disso, vida que segue!
O mais importante é e sempre será agradar e atingir o seu alvo: pessoas e negócios que são potenciais consumidores dos seus produtos e serviços, porque são eles os verdadeiros mantenedores da sua marca, dentro e fora da Internet. 😉

VENDE-SE!

Rede social é ambiente de entretenimento, inspiração, informação e diálogo também. Sua marca precisa estar disposta a entregar conteúdos que satisfaçam necessidades, tirem dúvidas, eduquem e entretenham as pessoas e, para além da mera venda, sejam capazes de atrair a atenção e criar relacionamentos profundos e duradouros com as pessoas.

Usar as mídias digitais APENAS para falar dos seus produtos e serviços, ao invés de gerar vendas, vai soar desespero e afastar ainda mais as pessoas do seu perfil.

👉🏾 NÃO SEJA UMA MARCA QUE OLHA APENAS PARA O PRÓPRIO UMBIGO 👈🏾

É possível falar sobre outros assuntos – o ideal é que sejam relacionados ao universo da marca, claro -; brincar com memes; conversar sobre os temas que estão bombando na Internet; sair do protagonismo e se comunicar da melhor maneira sem querer empurrar goela abaixo o que você tem pra vender a todo instante. 

Mais dicas como estas aqui: https://www.instagram.com/pettersonfarias/

Blogueirinha ela…

Porque se rede social é sobre dar também e não só receber, justo refletirmos sobre esses comportamentos, né?!

Blogueiragem para você, trabalho sério para o outro. E se, de algum modo, te interessa usufruir disso em prol do seu negócio, faça o seu dever de casa: incentive, agregue, impulsione, salve, comente, compartilhe. Atitudes como essas podem ajudar muito o negócio digital do seu colega, amigo, namorada e conhecido a crescer. 

O que aprendemos com o BBB 21 e podemos aplicar nas redes sociais

1 mês de Big Brother Brasil 21 e já temos inúmeras lições, né?! E algumas delas podemos aplicar hoje mesmo nas nossas redes sociais. Quer ver?

1 – Se você não fala, vão falar por você!

Assim como o BBB, as redes sociais são espaços de discursos. E se omitir nunca é uma boa estratégia!
Crie suas narrativas, desenvolva sua linguagem e não fuja dos diálogos com a sua audiência.

2 – Exponha seus posicionamentos para ser visto!

3 – Seus discursos precisam estar alinhados com as suas atitudes

Sim, o Brasil tá vendo! 

Na casa, alguns participantes se esquecem que estão sendo filmados 24h por dia e acabam se envolvendo em tretas, mentiras, barracos, fofocas e muitas contradições, o que para a sua imagem não pega nada bem.

Nas redes sociais, a mesma coisa. Aqui, as relações são íntimas e transparentes e quanto mais você se comporta de maneira duvidosa, mais seu público se afasta de você. Entenda: postagens bonitas não valem de nada se nos bastidores do seu negócio você não pratica o que fala.

4 – Quanto mais você observa, melhor você joga!

Não pare de reparar e analisar e dê orgulho para a Sarah! Entre uma publicação e outra, preste atenção no que seus clientes e seguidores falam, curtem e consomem na web. Porque quanto mais você conhece seu público, mais chances você tem de agradá-lo. Ignorar este fato é jogar de olhos fechados: você pode até acertar, mas antes vai tropeçar e errar muito.

5 – Sua comunicação precisa ser clara, direta e objetiva

Você não é o centro do mundo e em meio a tantos estímulos e narrativas, você só se destaca se souber aproveitar os momentos em que reparam em você. Então antes de produzir conteúdos: organize as ideias, busque referências, escreva roteiros, treine seus textos, aprimore suas falas. Só assim você vai melhorar a sua comunicação e impactar da melhorar maneira a sua audiência.

6 – Enquanto você tenta cancelar a sua concorrência, ela se esforça em agradar o seu público

E se continuar olhando somente para os lados ao invés de focar no seu trabalho, vai ser difícil conquistar o prêmio. Né, Lumena?!

O que aprendemos com Rupaul e podemos aplicar nas redes
O que aprendemos com Sandy e Jr e podemos aplicar nas redes

7 – Todo dia é uma oportunidade nova pra você escrever a sua história…

Só não pode fazer a Pocah e dormir no ponto! Marketing de Conteúdo é uma construção a longo prazo, mas você precisa começar com o que tem e agora! Sem olhar para os lados, sem se comparar, sem lamentar os poucos recursos e a falta de equipamentos de ponta. Internet prefere o feito ao perfeito, vai por mim!

8 – Nem sempre é o vencedor que entra pra história!

Você e/ou a sua empresa, mesmo não sendo o número 1 do mercado, podem marcar a vida das pessoas, por meio de conteúdos que informam, entretêm, inspiram, geram vendas e conquistam seguidores apaixonados. Nunca se esqueça disso!

Veja esse post no instagram: https://www.instagram.com/p/CLjs281J8ji/

Conteúdos Digitais na Prática

A quarentena me fez escrever um livro. Conteúdos Digitais na Prática é o primeiro e-book que eu compartilho com o mundo: resultado não só de 4 meses de criação e correções infinitas, mas também de anos de experiência. ⁣⁣

Nele, você vai encontrar 50 dicas práticas sobre planejamento, produção de conteúdos, aplicativos e ferramentas úteis, referências literárias e comportamento web.⁣

Este livro é para:
– empreendedores e autônomos que querem divulgar suas marcas nas redes sociais;
– social medias e creators que querem desenvolver novas técnicas e habilidades;
– estudantes que querem aprender sobre Comunicação e Marketing na web;
– pessoas que ainda se sentem perdidas no mundo digital;

Nele, você vai encontrar:
– 50 dicas sobre texto, foto e vídeo que eu pratico diariamente nas minhas redes;
– técnicas, exemplos, aplicativos, ferramentas e indicações literárias;
– boas práticas para a construção de uma marca forte na Internet;

Neste e-book NÃO TEM:
– dicas de conteúdos e relacionamentos automatizados;
– foco em número de seguidores;
– promessa de crescimento meteórico;
– informações engessadas como “horários nobres”, “melhor rede social para vender” e “frequência de postagens”;

PEGUE O SEU!

O que os leitores falam do e-book Conteúdos Digitais na Prática…


O investimento é de $29,9. Pegue o seu!
Estou também no Instagram: https://www.instagram.com/pettersonfarias/

O que aprendemos com Sandy e Jr e podemos aplicar em nossas redes sociais

Dig-Dig-Joy, dig-joy-popoy, sim, trajetórias lindas não só despertam paixão e admiração, mas podem nos proporcionar grandes aprendizados. E a carreira de Sandy e Jr está repleta deles. ⁣

Neste post, 9 insights sobre vida e música de uns dos maiores artistas pop do Brasil que podemos aplicar em nossas redes sociais. Vem brincar comigo!

1 – Nada é por acaso…

Então planeje-se. Tenha em mente sua missão, seus objetivos e produza conteúdos com antecedência. Mas se lembre que as redes sociais são imprevisíveis: mudança de planos é normal e você vai ter que rebolar.

2 – Somos mais que um só produto

Além da carreira musical, Sandy e Jr fizeram novela, filme, série, documentário, programa de auditório, carreira internacional… E assim como eles, você não se resume a um produto/serviço. Pense grande e enxergue as mil possibilidades que sua marca tem. 

 3 – Seus conteúdos refletem seus estágios de vida

Aniversário do Tatu na infância, Beijo é Bom na adolescência e mais tarde… enrosca o meu pescoço, dá um beijo no meu queixo e geme. Redes sociais amam narrativas humanas, então foque em contar as suas aos seguidores.

Compartilhe vivências, altos e baixos, imperfeições, inspirações e processos.

4 – Não traia sua privacidade

Não se traia em busca de likes e seguidores. Você não precisa expor o que não quer pra chamar atenção nas redes sociais. No auge da carreira, quando todo mundo insistia em saber sobre a vida privada da dupla, Sandy e Jr foram firmes em pautar na música sua relação com a imprensa e com o público.

5 – Seja inesquecível

 Milhares de conteúdos competem com os seus pelo turu turu apaixonado da audiência na web. Então descubra o que é interessante, bonito, relevante e mágico para ela e entregue posts inesquecíveis, capazes de prender, dominar os sentimentos e acelerar o batimento.

6 – Identidade

Um dos últimos álbuns da dupla foi também um dos mais autorais da carreira deles. Nele, Sandy e Jr imprimiram traços, letras e sonoridades que representavam suas identidades naquele momento.

“Mas todo mundo já falou sobre isso na internet”… Abandone esse discurso, olhe para dentro, confie nas suas habilidades e no seu DNA. Se for honesto consigo mesmo, com certeza, você vai encontrar um jeito único de criar e produzir conteúdos digitais. 

7 – Vamos construir uma ponte em nós

Rede social tem esse nome não é por acaso. Quanto mais você se conecta com seus seguidores, parceiros e clientes, mais sucesso você terá nas suas estratégias. Não seja egoísta nem orgulhoso. Esteja aberto ao relacionamento, olhe para os lados e dê aos outros tudo aquilo que você ama receber.

8 – Era uma vez…

Histórias bem contadas são irresistíveis. Não importa o tempo! A carreira de Sandy e Jr está aí para provar. Então pare de falar somente dos seus produtos e serviços nas redes e converse sobre pessoas, bastidores, processos. Envolva seu público com boas histórias, não importa se pra entreter, educar, inspirar, sorrir ou chorar… o coração é quem sabe.

9 – Saiba a hora de parar

Em 2007, Sandy e Jr anunciaram o fim da dupla e a última turnê de celebração de quase 2 décadas de sucesso. Seu produto é fantástico, sua editoria é divertida e seu bordão, juro, é muito legal. Mas você pesa a mão e tudo que é demais enjoa.

A audiência gosta de novidades e surpreendê-la, vez ou outra, é imperativo. Portanto, não confie nas fórmulas repetidas e crie novidades sempre! Você não vai querer ser dono de um hit só, né?!

O que aprendemos com Rupaul’s Drag Race e podemos aplicar em nossas redes sociais

Este post é dedicado a todos os fãs da dupla. ❤
Veja aqui também: https://www.instagram.com/p/CCqmn_bhbq-/

Bata na porta antes de entrar (nas redes sociais também)

Perfil do outro nas redes sociais é como a casa dele: não entre sem ser convidado, muito menos sem pedir permissão. E talvez você já tenha esse entendimento e se comporte direitinho no Instagram, Twitter ou Facebook, por exemplo, mas é uma pena que no WhatsApp você ponha tudo a perder, por causa de comportamentos invasivos, que não respeitam a privacidade de ninguém. 

Se nessa que é uma das últimas fronteiras entre seu produto/serviço e seu consumidor, suas atitudes atormentam o sossego alheio, você até pode ter acertado inúmeras vezes, ainda assim, tudo que vai conseguir é irritar as pessoas que interessam ao seu negócio.

LEIA: 25 dicas para sua marca se relacionar melhor no WhatsApp

Logo, só interaja com seu público no WhatsApp se ele autorizar. Mesmo que seja um cliente assíduo ou um seguidor fiel, antes de qualquer coisa, pergunte se pode. E mesmo que ele autorize, respeite horários; só o inclua em grupos se ele quiser; seja sucinto, direto; não abuse de listas de transmissão; envie conteúdos criativos e não propagandas em demasia; seja útil e relevante; e, acima de tudo, esteja disponível para quando ele precisar. 

Rede Social é via de mão dupla e enquanto seu foco for apenas nos seus interesses, sem disposição para ouvir e satisfazer o outro, a relevância e o sucesso que sua marca tanto procura, vão continuar se escondendo de vocês. Vai por mim!  

Estas e outras dicas, você encontra aqui: https://www.instagram.com/pettersonfarias/