“O TikTok não é pra mim…”

🗣 CALMA! 🗣 

✨nada contra quem faz dancinhas e dublagens no TikTok, inclusive faço✨

Mas esse post é só pra te lembrar que a rede social dos vídeos rápidos e trends divertidas não se resume a estes formatos; pelo contrário, tem muuuuita gente criando conteúdos originais, divertidos, úteis e relevantes lá, cada um na sua linguagem, no seu jeito. E você pode fazer isso também! 

O TikTok cresceu absurdamente no Brasil no último ano e tem sido mais um importante canal pra produtores de conteúdos e negócios que querem construir uma marca forte na Internet. 

Tem gente compartilhando receitas, dando dicas de moda, fazendo tutoriais de vídeos, conversando sobre saúde mental, analisando voz de cantores, comentando realities shows, enaltecendo a Amazônia, divulgando novidades do Marketing Digital, discutindo causas importantes… Ih, o que não falta é conteúdo interessante! 

Baixe o app, observe, pesquise, consuma conteúdos e se inspire! Também estou lá, só procurar por pettersonfarias 🙃🤝

(Ah, e se quiser ficar nas dancinhas e dublagens, tá tudo bem também)

O que aprendemos com a dupla Gil e Juliette e podemos aplicar nas redes sociais

🌵🎓 AAAAAAAI, BRASIIIIIIIL! 🌵🎓

Independentemente de qualquer resultado, é inegável o sucesso dessa dupla. Gilberto e Juliette, em 3 meses, pararam o Brasil e transcenderam o programa da TV. Invadiram a Internet, mobilizaram torcidas, apaixonaram o país e nos ensinaram muito como se conectar genuinamente com seguidores e fãs.

Muitos desses ensinamentos, podemos (e devemos) aplicar nas redes sociais. Quer ver? 🤓

1 – NORDESTINO, GAY, ECONOMISTA E MÓRMON… esse é Gil do Vigor!

2 – TRANSMÍDIA ARRETADA

Já o sucesso da Juliette também se deve à incrível capacidade da sua equipe de criar suas próprias narrativas sem depender da TV. Nestes 100 dias, eles criaram editorias divertidas, potencializaram os bordões da sister, abraçaram causas sociais, mobilizaram artistas, posicionaram-se politicamente e causaram na Internet.

Sua marca precisa fazer o mesmo. Não se prenda a uma só rede social. Conquiste a audiência por meio de uma comunicação que se estabeleça por meio de histórias interessantes, diversos canais e diferentes formatos.

Os seguidores amam marcas criativas!

3 – O BRASIL DA CACHORRADA!

Gil do Vigor serviu (E MUITO!) entretenimento nesses meses de BBB. 

Autossuficiente em memes, bordões e regozijos, o brother protagonizou momentos inesquecíveis na casa, mesmo competindo com outros 19 participantes pela atenção do público.

A equação é simples: se você usa as redes apenas para se autopromover e falar dos seus produtos e serviços, ninguém se interessa pelo que você tem a dizer; mas se seus conteúdos visam, antes de qualquer coisa, ENTRETER o seu público, pode apostar, ele nunca vai abandonar você.

4 – NÃO CRIE EXPECTATIVAS, CRIE CACTOS!

5 – GIL, O PHD EM BIG BROTHER BRASIIIIIIIIIL

Antes de ser participante, Gilberto sempre foi um cara apaixonado pelo BBB. Isso fez dele um grande estudioso das dinâmicas do reality show e, consequentemente, um forte jogador, respeitado pelos seus adversários.

Quanto mais você estuda, melhor você fica! E quando se trata de redes sociais, reflexões e análises são essenciais. Isso aqui muda a todo instante e agir sem mensurar, produzir sem refletir, nunca vai fazer de você um campeão. 

VEJA TAMBÉM: O que aprendemos com o BBB21 e podemos aplicar nas redes sociais

6 – ASSUMA SEU BO!

Mesmo quando Juliette foi retirada de pódios, rejeitada por todo mundo e a casa tentou fazê-la acreditar que estava errada, ela permaneceu fiel aos seus valores, às suas alianças, e não soltou a mão de quem ela gostava. A paraibana sustentou suas preferências e carregou os seus valores e discursos até o fim.  

Para ser autoridade e referência nas redes sociais, o caminho é o mesmo. Não vai ser atirando para todos os lados nem surfando em todas as modinhas da Internet que você vai se destacar. Hoje, creator de moda, amanhã blogueira de vida saudável, semana que vem especialista em Marketing Digital… Não! Seja, antes de qualquer coisa, franco com seus princípios, suas verdades, paixões e habilidades, mesmo que o mercado te cobre outra coisa. 

Trilhe seu caminho, crie suas narrativas, fale do seu jeito e, mesmo que o resultado não venha imediatamente, insista, logo as pessoas te reconhecerão.

7 – FAZ TEU VT!

Se estamos falando de um programa de televisão, não há erro algum em fazer VT. Encenar, chorar, fazer tchaki tchaki, cantar tchurubei tchurubai, encontrar formas criativas de atrair as câmeras para você é mais uma estratégia de todo bom jogador no BBB. 

Enquanto isso, a sua marca segue fazendo mais do mesmo, insistindo em conteúdos que são a cópia da cópia da cópia da cópia, por achar que dancinhas, dublagens, trends, memes e reels não são para você. 

Lembre-se: toda relação que não surpreende cai na monotonia. E a monotonia não vende nada. Se solta! Você não veio até aqui pra perder pra basculho, né?!

8 – O BRASIL TÁ LASCADO!

Imagens: TV Globo

Dicas digitais também aqui: https://www.instagram.com/pettersonfarias/